Home BRASIL Campanha pela volta das brincadeiras de rua

Campanha pela volta das brincadeiras de rua

7 min read
10
12
4,894

Uma campanha para incentivar o retorno das brincadeiras de rua publicada no Facebook, na última segunda-feira, atingiu 2 milhões de visualizações em apenas dois dias. O vídeo viralizou depois de começar a ser divulgado pelo grupo que aparece brincando, e até a publicação desta matéria já foi compartilhado cerca de 100 mil vezes, com mais de 15 mil curtidas.

O vídeo mostra adolescentes, jovens e adultos se divertindo pelas ruas de Casimiro de Abreu, no interior do estado do Rio, jogando queimado e pique-pegas. Eles levam a brincadeira “a sério” e voltam ao tempo da infância, de beber água da mangueira e catar comida nas árvores. A brincadeira dura até o anoitecer.

A ideia surgiu de Pedro Gadelha, de 26 anos, Maiara Machado, também de 26, Wanderson Chan, de 30, e os outros colegas que participam das brincadeiras, todos moradores em Casimiro de Abreu. Incomodados com o fato de muitas crianças passarem os dias trancadas em casa, jogando videogame ou mexendo nos celulares e tablets, eles pensaram em fazer esta campanha. O clipe gerou um sucesso instantâneo, que pegou Pedro de surpresa.

– Toda a galera que participou do vídeo está acompanhando a repercussão. Mas a gente só entendeu a proporção da divulgação quando alguém de Dubai mandou uma mensagem para nós! Foram tantos comentários que agora estamos incentivando as pessoas a brincar na própria rua, ou condomínio, até no estacionamento. E a gente também está pedindo para filmarem, colocarem os vídeos no Facebook e mandar para gente, para criar uma grande rede de pessoas que brincam na rua – disse Pedro, que se orgulha de ter tido uma infância repleta de brincadeiras ao ar livre.

Pedro conta que o mesmo grupo de jovens, que cresceu brincando junto, se reúne todas as segundas-feiras para se divertir com pique-esconde, pique-bandeira, polícia e ladrão e outros jogos. Às vezes eles brincam por até seis horas seguidas, das seis da tarde até meia noite. Para gravarem o vídeo, marcaram de se encontrar no domingo. Wanderson levou o equipamento, inclusive um drone para as sequências “que parecem a de um jogo de futebol”, gravou as imagens e concluiu o vídeo no dia seguinte, quando postou. Ele ficou impressionado com a quantidade de pessoas que fizeram contato depois da publicação.

– Estamos preocupados que na próxima segunda não dê para brincar porque muitas pessoas disseram que vão se juntar a nós! Geralmente, já são dezenas de amigos que brincam. Da última vez, foram 50! E a criança que aparece no vídeo, ela nunca tinha feito aquelas brincadeiras, nem no colégio – revela Wanderson. Ele disse que depois de filmar o garoto, chamou ele para brincar e…

Os participantes das brincadeiras de rua em Casimiro de Abreu Foto: Reprodução / Facebook / Wanderson Chan

– Ele adorou e já perguntou se no dia seguinte ia ter mais. A mãe dele também agradeceu muito, porque as crianças dessa geração não sabem o que é ser criança.

Para Wanderson, a proposta da campanha foi alcançada. Na opinião dele, o mais gratificante foi ver as mensagens emocionadas de pessoas mais velhas que voltaram a sentir a felicidade da infância só de assistir ao clipe, de dois minutos e meio. Ele mesmo, que ainda é jovem, já sente saudades dos tempos de moleque e descreve a sensação com a precisão de quem se transporta no tempo quando começa a brincar:

– O gostoso é que, quando você está ali dentro, você resgata sua infância. Você lembra de como aqueles tempos eram bons, doces e belos. E a pessoa que não teve infância você percebe que não vai ser um adulto saudável.

*Supervisionado por Luísa Lucciola

Fonte: extra.com

Load More Related Articles
Load More In BRASIL

10 Comments

  1. Jefferson

    15 de dezembro de 2018 at 01:06

    Juro pra voces que to chorando depois de ler a materia. Eu mais que opoio as brincadieras de rua.. cresci assim, entao hoje simto falta
    Queria ter contato com vcs..

    Reply

  2. Edilaine

    14 de dezembro de 2018 at 17:59

    Super apoio gostaria muito que as crianças de hj soubessem o que realmente é brincar é muito bom não pude brincar muito pois sou deficiente física mas no que fosse possível brincava, as vezes era café com leite kkkk mas valeu mesmo assim

    Reply

  3. Deise Matos Sousa

    14 de dezembro de 2018 at 13:28

    Apoio muitíssimo a volta das brincadeiras de ruaaaaa….brinquei muiiiuuuto

    Reply

  4. Ingrid Bordignon

    14 de dezembro de 2018 at 07:33

    Super apoio a volta das brincadeiras de rua,foi a melhor parte da minha vida e é oque quero para meus filhos.

    Reply

  5. Vilma Cláudia Correia da Costa

    14 de dezembro de 2018 at 06:30

    Quando tínhamos essas brincadeiras, não se tinha os perigos de hoje e todo mundo se conhecia e também sabia o valor de um BOM DIA! E de um abraço. Tempo em que se sabia o que era viver de verdade.

    Reply

  6. Bruno

    13 de dezembro de 2018 at 18:45

    Eu concordo em voltar.

    Reply

  7. Miriam

    13 de dezembro de 2018 at 07:11

    Muito me alegrei com as brincadeiras sinto falta estou com 48 e me lembro de todas brincadeira é muito bom tem que voltar.Eu apoio !

    Reply

  8. Francisca Alencar

    12 de dezembro de 2018 at 18:07

    Sinto saudades das brincadeiras de minha rua,tempos bons que ñ voltam jamais

    Reply

  9. Adenilde Barbosa Moraes dos Santos

    12 de dezembro de 2018 at 14:59

    Adorava aliás ainda adoro só não brincam mais no meu bairro eu era muito boa em j9gar queimado kkkk que pena que não brincam mais se na9 eu bruxaria ainda apesar de nao ser tao nova mais assim kkkk ja to com 36 anos mais gosto muito de brincar praticar esporte eu sou uma eterna crianças kkkk

    Reply

  10. Tailane

    12 de dezembro de 2018 at 03:17

    Apoio super a volta das brincadeiras

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Ex-prefeito de Tietê preso em operação da PF dirige empresa que presta serviço para a Prefeitura de Sorocaba

O ex-prefeito de Tietê (SP) Manoel David Korn de Carvalho foi um dos suspeitos presos na m…