Home NOTICIAS Surto de Síndrome Mão Pé Boca assusta mães de uma creche em Sorocaba

Surto de Síndrome Mão Pé Boca assusta mães de uma creche em Sorocaba

6 min read
0
0
573

A Divisão de Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde do Município de Sorocaba emitiu nesta terça-feira, 10, alerta sobre o surto da síndrome mão-pé-boca, em curso no Estado de São Paulo.

Segundo o comunicado distribuído aos Centros de Educação Infantil (CEIs) toda e qualquer intercorrência deve ser comunicada pela direção da unidade.

O Cruzeiro do Sul foi contatado por pais de alunos matriculados no CEI-106 (“Áurea Paixão Rolim”), no Jardim São Guilherme I, zona norte, que se disseram assustados com a situação lá relatada. Segundo eles, até agora mais de 20 casos teriam sido registrados na unidade.

Em nota, a Secretaria da Saúde do Município informou que não cogita, por ora, suspender as aulas nas escolas da rede pública. Acrescentou que equipes técnicas já realizam ações de orientação nas unidades da rede municipal. A pasta não pôde apurar quantos foram até agora os registros da síndrome.

Ainda conforme o divulgado pela secretaria a doença mão-pé-boca não é de notificação compulsória; o registro dos casos só está sendo realizado em decorrência da orientação feita pelo Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo (CVE-SP). No dia 4 deste mês, a Vigilância recebeu do CVE-SP alerta sobre recente surto de Síndrome.

No dia seguinte (5), a Vigilância Municipal encaminhou orientações sobre a prevenção da doença e modelo de ficha para notificação dos casos para toda a rede de atenção básica e para a Seção de Apoio ao Programa de Saúde Escolar, da Secretaria de Educação. O município recebeu a informação sobre a existência de casos da doença da CEI 106, no Jardim São Guilherme.

A Unidade Básica de Saúde (UBS) do Jardim São Guilherme foi orientada para que fizesse a notificação dos casos, com informações detalhadas sobre o número de crianças afetadas e data do início dos sintomas. Na sexta-feira, 6), todas as unidades escolares do município tiveram as informações emitidas pela Vigilância.

O que é a Síndrome

A doença mão-pé-boca (HFMD, sigla em inglês) é uma enfermidade contagiosa que pode provocar quadro de estomatites (espécie de afta que afeta a mucosa da boca). Embora possa acometer também os adultos, ela é mais comum na infância, antes dos cinco anos de idade.

Seus sintomas mais característicos (apontados no aviso enviado aos CEIS) são a febre alta nos dias que antecedem o surgimento das lesões; aparecimento na boca, amígdalas e faringe de manchas vermelhas com vesículas branco-acinzentadas no centro que podem evoluir para ulcerações muito dolorosas; erupção de pequenas bolhas em geral nas palmas das mãos e nas plantas dos pés, mas que pode ocorrer também nas nádegas e na região genital.

A transmissão se dá pela via fecal/oral, através do contato direto entre as pessoas ou com as fezes, saliva e outras secreções, ou então através de alimentos e de objetos contaminados.

O período de incubação oscila entre um e sete dias.

Os casos serão notificados pela UBS do Jd. São Gilherme – EMIDIO MARQUES / ARQUIVO JCS (21/3/2016)

A doença regride espontaneamente depois de alguns dias. Por isso, na maior parte dos casos, o tratamento é sintomático com antitérmicos e anti-inflamatórios. Os medicamentos antivirais ficam reservados para os casos mais graves.

Load More Related Articles
Load More In NOTICIAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Acidente em rodovia no interior de SP provoca 37 mortes, diz PM

Um acidente entre um ônibus e um caminhão deixou 37 mortos e algumas pessoas feridas na ma…