Home CERQUILHO Cidades vizinhas se unem para resolver o problema do odor na água

Cidades vizinhas se unem para resolver o problema do odor na água

9 min read
0
0
144

A Comissão de Meio Ambiente da Câmara Municipal composta pelos Vereadores Tiago Zanchetta, Rodrigo Marcon e José Roque de Camargo, agendaram uma reunião com o Superintendente Márcio Roberto Gaiotto do SAAEC (Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Cerquilho) para tratar assuntos relacionados ao cheiro e sabor na água, o que voltou a ocorrer na semana do carnaval em nossa cidade e na cidade vizinha.

Na oportunidade a Comissão convidou o Secretário de Meio Ambiente Vicentinho e o Gerente da Sabesp de Laranjal Paulista o Sr Valter, ambos acompanharam os vereadores na reunião com o Superintendente e com o Químico Marcos Benatti responsável pelo tratamento da água da cidade de Cerquilho.

Este contato tem por objetivo a busca de informações e planejamento de atitudes a serem tomadas com relação ao problema que vem causando este sabor e cheiro na água das duas cidades além de estreitar as relações para trabalhos e ações em conjunto no intuito de reunir forças nas reivindicações.

Foi discutida a questão das vezes em que ocorreram os fatos e sobre as análises constantes que são realizadas na água, que sempre indicam estar potável e própria para consumo.

Os levantamentos tanto da Saaec quanto da Sabesp apontaram que o problema ocorreu 5 vezes o ano de 2017 e 1 vez em 2018. E como o problema não é freqüente, existe a dificuldade de saber quando o cheiro e gosto estarão na água bruta no rio, pois as empresas, na ocorrência do fato, se utilizam o Carvão Ativado no tratamento para inibir o cheiro e sabor da água.

As investigações começaram a ser feitas pela Sabesp e SAAEC, onde se constatou que o problema não está no sistema de tratamento ou com algum componente químico usado para tratar a água, portanto é confirmado pelas Empresas de tratamento que o sabor e cheiro são decorrentes da água do Rio Sorocaba, embora não detectado qual componente ou elemento causador desse impacto.

Na reunião uma informação muito importante é que o mesmo cheiro e gosto que ocorrem em Cerquilho e Laranjal também acontece no Condomínio Fazenda Boa Vista, às margens da Rodovia Castelo Branco, este condomínio também utiliza as águas do Rio Sorocaba no abastecimento das residências e chácaras.

O Responsável pelo tratamento da água neste condomínio, quando detecta, faz a comunicação com o Saaec de Cerquilho e o de Cerquilho comunica Sabesp em Laranjal, na intenção de colaborar e ficar preparados em tomar as medidas necessárias, quando se percebe o cheiro e gosto nesse condomínio na beira da Castelo Branco, após 2 dias constata em Cerquilho e após 3 dias chega em Laranjal Paulista.

Já foram enviados documentos e comunicadas as agências da CETESB de Botucatu, Itu e Sorocaba que são órgãos responsáveis pela fiscalização e atuação no rio. Mas infelizmente até o momento sem solução destes problemas.

Segundo o representante do Saaec foi realizado análise da água bruta do Rio Sorocaba, a fim de colaborar e tentar descobrir algum componente que pudesse a vir causar o cheiro e gosto. Esta análise já foi encaminhado à Cetesb. Tanto Valter da Sabesp quanto os técnicos de Cerquilho nos passaram que constantemente a Cetesb faz a coleta em pontos de referência no Rio Sorocaba para análise e controle, e encaminham as notas técnicas para as empresas de tratamento e abastecimento de água.

O que se conclui é que o problema está nas águas do Rio Sorocaba ou algum afluente e que possivelmente algum rejeito sendo descartado em determinada altura no rio que seja antes deste Condomínio Fazenda Boa Vista.

O Vereador Tiago Zanchetta disse que: “Foi uma reunião bastante produtiva, agradeço os companheiros vereadores Rodrigo e Zé Roque bem como o Secretário Vicentinho e o Valter da Sabesp pela disponibilidade de acompanhar e vontade de resolver o problema. A ideia de irmos à Cerquilho foi muito interessante, e depois de conversarmos com o Superintendente e com o Químico ficou mais claro a existência de um problema na água do rio, pudemos observar as medidas que estão tomando e conseguimos levantar informações relevantes para continuar no trabalho de investigação e cobrança aos órgãos fiscalizadores, podendo assim nortear mesmo sem precisão, a possível localização de onde poderá estar ocorrendo um provável crime ambiental”.

Ficou acertado que a equipe irá levantar todos os documentos que possuem comprovando as análises da água, as vezes que ocorreu o problema e a freqüência, para elaborar uma carta relatando e documentando os fatos, para apresentar no Comitê de Bacias do Rio Sorocaba, Cetesb e Secretaria Estadual do Meio Ambiente, para que estes órgãos tomem as devidas providências.

Cidades vizinhas se unem para resolver o problema do odor na água

Fonte: Câmara Municipal de Laranjal Paulista –

Load More Related Articles
Load More In CERQUILHO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Aldo, do PSDB, é eleito prefeito de Cerquilho

Aldo, do PSDB, foi eleito, neste domingo (15), prefeito de Cerquilho (SP) para os próximos…