Home BRASIL Campanha pela volta das brincadeiras de rua

Campanha pela volta das brincadeiras de rua

7 min read
0
25
5,227

Uma campanha para incentivar o retorno das brincadeiras de rua publicada no Facebook, na última segunda-feira, atingiu 2 milhões de visualizações em apenas dois dias. O vídeo viralizou depois de começar a ser divulgado pelo grupo que aparece brincando, e até a publicação desta matéria já foi compartilhado cerca de 100 mil vezes, com mais de 15 mil curtidas.

O vídeo mostra adolescentes, jovens e adultos se divertindo pelas ruas de Casimiro de Abreu, no interior do estado do Rio, jogando queimado e pique-pegas. Eles levam a brincadeira “a sério” e voltam ao tempo da infância, de beber água da mangueira e catar comida nas árvores. A brincadeira dura até o anoitecer.

A ideia surgiu de Pedro Gadelha, de 26 anos, Maiara Machado, também de 26, Wanderson Chan, de 30, e os outros colegas que participam das brincadeiras, todos moradores em Casimiro de Abreu. Incomodados com o fato de muitas crianças passarem os dias trancadas em casa, jogando videogame ou mexendo nos celulares e tablets, eles pensaram em fazer esta campanha. O clipe gerou um sucesso instantâneo, que pegou Pedro de surpresa.

– Toda a galera que participou do vídeo está acompanhando a repercussão. Mas a gente só entendeu a proporção da divulgação quando alguém de Dubai mandou uma mensagem para nós! Foram tantos comentários que agora estamos incentivando as pessoas a brincar na própria rua, ou condomínio, até no estacionamento. E a gente também está pedindo para filmarem, colocarem os vídeos no Facebook e mandar para gente, para criar uma grande rede de pessoas que brincam na rua – disse Pedro, que se orgulha de ter tido uma infância repleta de brincadeiras ao ar livre.

Pedro conta que o mesmo grupo de jovens, que cresceu brincando junto, se reúne todas as segundas-feiras para se divertir com pique-esconde, pique-bandeira, polícia e ladrão e outros jogos. Às vezes eles brincam por até seis horas seguidas, das seis da tarde até meia noite. Para gravarem o vídeo, marcaram de se encontrar no domingo. Wanderson levou o equipamento, inclusive um drone para as sequências “que parecem a de um jogo de futebol”, gravou as imagens e concluiu o vídeo no dia seguinte, quando postou. Ele ficou impressionado com a quantidade de pessoas que fizeram contato depois da publicação.

– Estamos preocupados que na próxima segunda não dê para brincar porque muitas pessoas disseram que vão se juntar a nós! Geralmente, já são dezenas de amigos que brincam. Da última vez, foram 50! E a criança que aparece no vídeo, ela nunca tinha feito aquelas brincadeiras, nem no colégio – revela Wanderson. Ele disse que depois de filmar o garoto, chamou ele para brincar e…

Os participantes das brincadeiras de rua em Casimiro de Abreu Foto: Reprodução / Facebook / Wanderson Chan

 – Ele adorou e já perguntou se no dia seguinte ia ter mais. A mãe dele também agradeceu muito, porque as crianças dessa geração não sabem o que é ser criança.

Para Wanderson, a proposta da campanha foi alcançada. Na opinião dele, o mais gratificante foi ver as mensagens emocionadas de pessoas mais velhas que voltaram a sentir a felicidade da infância só de assistir ao clipe, de dois minutos e meio. Ele mesmo, que ainda é jovem, já sente saudades dos tempos de moleque e descreve a sensação com a precisão de quem se transporta no tempo quando começa a brincar:

– O gostoso é que, quando você está ali dentro, você resgata sua infância. Você lembra de como aqueles tempos eram bons, doces e belos. E a pessoa que não teve infância você percebe que não vai ser um adulto saudável.

*Supervisionado por Luísa Lucciola

Fonte: extra.com

Load More Related Articles
Load More In BRASIL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Oro para que, nesta quarentena, toda família tenha comida sobre a mesa

Precisamos nos ajoelhar e clamar para que nunca falte comida, amor e companheirismo na mes…